Blogger Template by Blogcrowds

NOITE VELADA


Um dia, ainda que o vapor deixasse de subir,
esmaecendo a vida do meu corpo
a beira do abismo muito perto de cair.
Ainda que as folhas secas deixassem dos galhos advir,
enfraquecendo o solo e pondo a vida em risco de sucumbir.


Eu, moribundo, ao longe vejo o dia e o outono partir.
Com frio e bem de perto vejo o inferno!
O inverno chegar e a noite cair.
Como a luz que do vazio surge, contemplo a lua a surgir.


Oh! Lua encantadora e majestosa, encantada e
cantada em rima, verso e prosa.
Com sua força faça o ar ficar novamente purificado;
Em sua troca, despindo-se da míngua, faça o mar ficar agitado
trazendo, com a maré cheia, o inverno e
com ele o tocar dos narizes gelados,
presenteando-nos como que com beijos molhados
com a mais bela noite, a noite do dia dos namorados.


Edson Carvalho Miranda
12-06-2010

1 comentários:

A lua,sempre inspiradora,sempre majestosa.
Excelente semana,com boas energias,sempre!
bjs.
Mari

12 de julho de 2010 16:36  

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial