Blogger Template by Blogcrowds

SABOR DO AMOR


Entrei pela porta da poesia,
deixando para trás a luz da lua cheia,
a noite ainda se despia
e eu a vesti com um poema.

A nua fantasia olhava-me
impúdica, sorrindo aos meus desejos,
abria-me botão por botão
deixando aparecer as rimas.

Acariciando a pele aveludada,
entre as dunas da nudez
o coração canta seus versos,
em cascatas de prazer.

És tu que escreves na minha pele
o poema com olor de alfazema,
e o meu corpo se afoga perfumado
no sabor do amor com todas as letras.


Lully

4 comentários:

Agradeço-lhe, Alessandra, por ter se juntado ao Verde Vida.

Tua escrita delicada haverá de pulsar sempre nas entranhas sensíveis.

http://www.vervida.blogspot.com
Verde Vida

25 de setembro de 2010 01:42  

Olá. Eu adorei o seu blog. Eu amo poesia.

.

Se quiser, conheça e siga grupocosmonautas.blogspot.com

Um abraço forte.

18 de outubro de 2010 10:01  

Muito obrigada Cláudio, é sempre um prazer vê-lo aqui e ler seus doces comentários!
Beijo

Alex

19 de outubro de 2010 17:10  

Olá Guiomar, fico feliz que tenha gostado e que esteja participando do blog, vou adorar a sua presença!
Beijo

Pode ficar tranquilo que irei no seu blog sem falta!

19 de outubro de 2010 17:11  

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial