Blogger Template by Blogcrowds

Ritual de delírios




Ritual de delírios


Um homem que asperge tal perfume
com palavras tão ardentes quanto essas,
me abriga, me aquece, vem sem pressa
me tomar como se fosse seu costume.

Nesse altar onde celebro o ritual
da paixão sem as medidas do pudor,
a áspide que espreita o meu amor
se farta num banquete sensual.

Imolados em ardores tão frementes,
sem saber como acabar com esse êxtase
que nos deixa sublimados nessa epítase,
nossos corpos regozijam delirantes.

Escravos da luxúria possessiva,
Queimamos nessa chama primitiva.


Lully

1 comentários:

Lady Lully, minha querida poeta princesa, delírio mesmo é ler e degustar essa maravilha de poema, onde impera o romantismo, a emoção e a sensualidade, lendo e se aprofundado nessa deliciosa emoção a pele sentir, os olhos turvam e a mente se desprende, é um sentir quase real. Princesa você é divina e maravilhosa, Parabéns, Adorei milhões.

Beijooooooooooooooooooooooooooooos

Dom.

3 de junho de 2011 10:31  

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial