Blogger Template by Blogcrowds

Meus segredos




Meus segredos



Contei ao mar os meus segredos
Palavras nascidas com cores intensas
Coisas que só as ondas podem saber.

Catei conchinhas da cor da pele
Essa pele que me faz lembrar
Aqueles momentos do teu abraçar.

Mas estou prisioneira num tempo inatingível,
Na fortaleza do impossível
Pois os meus sonhos morreram ao luar.

A linda lua, com inveja, tomou-me por uma sereia
E me fez cair nas ondas do mar
Escondendo–me, como uma jóia, ao teu olhar...

Assim, fiquei perdida, na escuridão rendida
E vi os meus segredos, todos lá guardados
Esperando que o mar os devolva a ti...



Lully

2 comentários:

E somos um poço de segredos,em meio a todas esta emoções.Belo poema Lully.
Um abraço terno.
Bju.

10 de outubro de 2011 00:30  

Muito obrigada Toninho por estar aqui!!! Grande abralço!

10 de outubro de 2011 09:16  

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial