Blogger Template by Blogcrowds




Ode ao amor e à poesia

Villanella

Eu vejo o teu olhar brilhante
Que nesse doce amor aflora
Venha ser meu belo amante
Antes que chegue a aurora.

Na ode à paixão me cante
Sem nem se lembrar da hora
Eu vejo o teu olhar brilhante.

Declame poeta galante
Uns versos à tua senhora
Venha ser meu belo amante.

E sob o céu cintilante
Na bela lua protetora
Eu vejo teu olhar brilhante.

Olho a estrela dançante
Piscando provocadora
Venha ser meu belo amante.

Que a poesia se agigante
Com minha voz sonhadora
Eu vejo o teu olhar brilhante.

Nas rimas tão excitantes
Voando pelo tempo afora
Venha ser meu belo amante.

6 comentários:

Lully! Apenas uma passadinha por aqui, para te dizer: SAUDADES!!!

Tudo de bom e poético!

Bjosss

14 de novembro de 2011 13:44  

Angel querida, obrigada por lembrar-se de mim! Saudades e beijos!

16 de novembro de 2011 22:01  

Luly querida,quanto ao comentário postado aqui se refere ao cordel Quixotesco.rs.rs...

Adorei este tb do Villanella, faz atiçar nossa imaginaçao e sensibilidade!
Beijocas e abraços carinhosos!

18 de novembro de 2011 20:41  

Olá Lili, que prazer vê-la e,mais ainda, saber que gostou! Venha sempre! Obrigada e beijos

18 de novembro de 2011 20:44  

Boa noite.
Bravo!!
Adorei... Parabéns!!

Beijos.
Maria Auxiliadora (Amapola)

22 de novembro de 2011 20:56  

Este comentário foi removido pelo autor.

30 de novembro de 2011 01:37  

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial