Blogger Template by Blogcrowds

PALAVRAS...


PALAVRAS...


Se tu ficas em silêncio
Embora teus olhos mendiguem
Palavras que ainda abriguem
Um toque de amor macio.

Hoje as palavras não ditas
São de um amargo veneno
Que mata e eu me condeno
Embora tu não admitas.

Jogamos fora tal papel
Como pedras amassadas
São ilusões abandonadas
Tão amargas quanto fel.

E amanhã onde o meu verso
Sem os desejos de ti
Parte como um colibri
No meu poema tão disperso.


Lully

8 comentários:

Lully... noutra ora me diga pq "Lully"...rsrsr. Nossa! essa fonte de onde tiras preciosos versos..não seca nunca... palavras não ditas...serão nosso arrependimento...
bjs
Ibanes

3 de janeiro de 2011 13:20  

rsrsr Caro Ibanes, tudo bem contarei a história do meu apelido...mas diga-me apelido tem história???? rsrsr
Agradeço sua presença e suas palavras, por favor, volte sempre!
Beijo

4 de janeiro de 2011 01:02  

Beleza de palavras, Alessandra!
Gosto mais de Alessandra que de Lully. (risos).
Volto logo aqui, quero ler mais.
Parabéns!
bj

5 de janeiro de 2011 09:05  

Alessandra minha querida poeta. Ao teu poema me rendo como seu escravo da emoção, quanta beleza e sensualidade, que traz a magia ao real do sonhador, estou totalmente entregue a essa emoção. Adorei milhões.

Beijos sem palavras.

Dom.

8 de janeiro de 2011 16:37  

Querida Alessandra (Lully), que maravilha de poesia! Vc fala de uma verdade da vida, i.é., às vezes deixamos de falar alguma coisa, por motivos vários, e só muito depois nos arrependemos de não termos dito aquilo. Isso dói como o remorso, como o "veneno" ou o "fel"... Parabéns, poetisa. Bjs

10 de janeiro de 2011 01:23  

Olá Robson, é um grande prazer vê-lo aqui, por favor volte sempre,muito obrigada pelas suas palavras carinhosas!
Abraços

10 de janeiro de 2011 21:17  

Meu querido Poeta Dom, vc como sempre, me mima com seus tão lindos comentários! E não vou negar que não me deixam envaidecida...muito obrigada!

Beijos

10 de janeiro de 2011 21:21  

Olá Ineifran, estou feliz por ter suas palavras gravadas aqui! Nãodeixe de vir sempre! Muito obrigada!

Abraços

10 de janeiro de 2011 21:23  

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial