Blogger Template by Blogcrowds

MALA VAZIA


Mala Vazia


Acabou o meu dia, com tristeza,
mas sem agonia...
Quero ir-me embora bem longe,
ao léu, pois quem eu amava
já não é mais meu...

Meu? Talvez nunca tenha sido
eu é que me enganei pensando
poder segurar em minhas pétalas,
um dia, as asas de um beija-flor,
esquecendo que ele voa de flor em flor.

Quero ir embora deste mundo,
chega para que tanto sofrer, tanta
angústia, tanta dor...

Mas daqui não quero levar nada
só o que eu conseguir carregar,
e vai ser pouco, pois o que levo
dentro de mim já é pesado demais...

Pronto, aí está uma mala vazia
para encher de poesias, com as
lembranças do que eu tive um dia
e o teu riso que tanto alegrou
os meus dias!



Lully

2 comentários:

Alessandra, sua mala nunca estará vazia, ela sempre estará repleta de sonhos, amor e felicidade, que emanam dos seus maravilhosos poemas.

Beijooooooooos

Daniel Fiuza.

28 de fevereiro de 2011 00:01  

Desfazemos de algumas coisas para que caibam outras...
E a vida continua...

Beijos

23 de setembro de 2011 22:27  

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial