Blogger Template by Blogcrowds

Noite silenciosa





Silêncio na noite
Um silêncio perturbador
Só quebrado pelos sons da noite
Prolongada...
Pelo açoite do vento na madrugada
E pelas batidas do meu coração.
Eu, acordado e sonhador
Juntando cacos de ternura
Olhando as estrelas
E a lua pálida
Materializando pensamentos
Sentindo arrepios e calafrios.
Nada acontece,
Só uma imagem cálida
Quebrando mansamente
A empatia...
Gelando a alma
com sopros frios de nostalgia.
Lembranças gostosas
Beijando a saudade
Que caprichosa
Me lembra nesse encanto,
com ternura e doce espanto
o quanto...
Você ainda está em mim.



Rui Mamede




1 comentários:

buuuuu! rsss bjs

linda poesia

17 de março de 2011 20:13  

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial