Blogger Template by Blogcrowds

Teimosia



Teimosia


Surgiu em mim a cor da madrugada
Senti fluir uma lágrima teimosa
Em gota a gota fez sua estrada
Numa inquietação tão ansiosa.

Naquela alvorada desditosa
Respirando meu sonho, calada
Na minha lembrança melodiosa
Passando na mente em pincelada.

Molhou a boca doce e mimosa
Uma saudade teimosa e passada
Me envolveu sutil e melindrosa
Com belo manto mágico de fada.

De manhã me senti poderosa
Por ser tão feliz e bem amada.


Lully

2 comentários:

Lady Alessandra, minha querida poeta princesa. Maravilhoso e sensual poema, pra ler sentir e amar. Adorei milhões.

Beijoooooooooooooooooooooooos

Dom

1 de maio de 2011 15:48  

Eiiiiiii meu querido Poeta Dom, é sempre uma alegria vê-lo aqui, muito obrigada! Beijooooooos

1 de maio de 2011 22:22  

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial