Blogger Template by Blogcrowds

Trovas de amor e loucura


Trovas de amor e loucura



O amor se faz de provocante

Com rimas e versos se fantasia

Parecendo uma doce sinfonia

Que toca ao beijar a amante.


Aí ele se delicia sem pressa

Brincando na cama desfeita

Sorrindo ao ver a eleita

Cheia de vontade inconfessa.


Vestiu-se de marujo e poeta

Para navegar nesse mar revolto

Deixando o meu corpo solto

Numa loucura quase perfeita!



Lully

3 comentários:

Oi...
Aqui cai uma chuva fininha agora, uma dessas chuvas de abril.
Sua poesia é no mínimo inspiradora de uma fantasia.
Boa tarde!
Saudações oéticas!

18 de abril de 2011 16:48  

Olá Tereza Maria, imensa satisfação em vê-la aqui! Agradeço suas gentis palavras e volte sempre!

Abraços

Lully

20 de abril de 2011 23:08  

Lady Alessandra, minha querida poeta princesa. Nossa minha linda, essas trovas são mesmo uma loucura. Delirei, e arrepiei. Adorei milhões.

Beijoooooooooooooooooooooooos

Dom

1 de maio de 2011 15:57  

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial