Blogger Template by Blogcrowds

Nosso toque





Nosso toque


Há dias que no silêncio eu me fantasio
Na cumplicidade desse meu belo sentir
E com o fogo da saudade negocio
Para eu ver o nosso toque ressurgir.

Vaguei então por esse mundo sombrio
Na noite mais escura faço refulgir
A vontade que meus olhos em desvario
Procuram por você com brilho luzidio.

Nem ao sorriso da Lua eu confidencio
Que te respiro no pensamento a sorrir
Quando no refugio que clamo sinto frio
Te preciso para o teu calor me cobrir.

Eu sempre estarei esperando por ti
No meu leito de amor, calor e arrepio.


Lully

2 comentários:

É isso. Amar é viver esperando... Mas quando sabemos que ele vem, a espera é uma deliosa experiência de ansiedade e contentamento.

Bjs

12 de setembro de 2011 22:31  

Lindo canto ao amor.Inspiração bela minha amiga.Belo toque.
Meu abraço de paz.
Bju.

16 de setembro de 2011 15:36  

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial