Blogger Template by Blogcrowds

















SENSAÇÕES



Chuva suave, intermitente,
que cai docemente sobre o jardim em flor,
de repente parou e o arco-iris se formou,
lá longe no horizonte todo multicor.

Olho para fora e vejo as borboletas pousando
nas flores e as libelulas voando ao redor,
juntamente com os beija-flores.

Esses seres parecem limpar a minha vida,
me libertando da ilusão, do casulo
que me retém, que não me deixa partir,
nem seguir o meu caminho, mas
eu consigo ver além, vou largar
o que não me convém e fazer contato
com tudo de extraordinário que em mim
tenho guardado...há tanto tempo
escondido mas nunca esquecido,
e que é o meu amor por ti!


Alessandra

1 comentários:

Linda poesia, parece uma brisa suave roçando o rosto.
Parabéns!

18 de julho de 2009 19:22  

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial