Blogger Template by Blogcrowds

FLORES

Hoje quero falar de flores,
flores que vistam com o seu perfume
a nossa noite encantada.

Que falem de amor e de paixão,
somente com suas cores,
narrando o mágico momento
do ato de amar.

Flores suaves que com seu toque macio
inundem de alegria o meu coração
que pareçam beijos roubados
na ansia do querer.

Com as pétalas úmidas do orvalho
acariciem o nosso corpo
matando a sede que nos tortura
a cada amanhecer.

Flores da alma eis o que são
que ficam no pensamento
e embriagam o coração.

Alessandra



4 comentários:

Parabéns Alessandra, não só pelas flores da poesia, ou mesmo pela flor que se tornou aquele lindo botão que em uma noite enluarada conheci.
Hoje é sua primavera, sua florada seu inicio de uma nova estrada.
Espero que essa seja repleta de cores, sabores, mal, cascatas, riachos, folhas rasgadas, olhares inebriados e flores... O símbolo dos que amam, de fato amam, verdadeiramente amam... A si, a vida e a mais alguém.

17 de novembro de 2009 23:52  

Edinho, muito obrigada, sei que assim será, pois o seu desejo é o mais sincero e vem do coração, para não dizer da alma, ainda mais vindo da alma do poeta que você é!
E que as flores sejam sempre esse simbolo do amor, do amor verdadeiro, do amor que nunca morre...
Beijos

18 de novembro de 2009 00:55  

Minha linda, parece que fostes desenhando, dando formas e cores, em pincéis de doce poesia...bjs !

18 de novembro de 2009 02:45  

Um poema doce e terno! Adorei garota dourada!

e...parabéns, felicidades infinitas!

Beijos de todos nós

18 de novembro de 2009 02:49  

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial