Blogger Template by Blogcrowds

NÃO ME LEMBRO...


Não, não me lembro de ter-me sentido assim,
dessa vontade tão doce e ao mesmo tempo dolorosa
que me coloca fora do controle que eu pensei em manter.

Essa quentura inundando todo o meu ser,
distraindo-me de tudo, a não ser desse calor a me consumir.

Não, não me lembro de ter tocado lábios
quentes e macios como cetim,
provocando, devassando, numa onda de prazer.

Tornando-se ásperos e prementes
fazendo-me gemer,
perdendo o equilíbrio
ao querer me afastar, sem conseguir...

Estremecendo ao teu toque,
inspiro longamente, tento fugir
mas não adianta, continuo alí nos teus braços,
e vendo teus olhos fixos em mim
jogo então a prudência ao vento
e me perco em ti.

Alessandra


4 comentários:

Intenso...sensual...lindo!

20 de fevereiro de 2010 00:42  

Isso garota! Apesar de tudo não perdes a inspiração...bravo!
Beijo

20 de fevereiro de 2010 11:11  

Esperamos muito por uma nova poesia, mas a espera valeu!
Parabéns!!!!

20 de fevereiro de 2010 20:38  

Epa, epa¡¡¡¡ Mi computadora casi se derrite...
Me gusto mucho.

24 de fevereiro de 2010 20:07  

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial