Blogger Template by Blogcrowds

BRUXA OU FADA


A luz rosada e tenue da aurora
infiltra-se pela janela, espreguiço-me

e me viro abraçando o travesseiro
e sinto o teu cheiro...esse cheiro que
está impregnado em mim, afundo
o meu rosto e sorrio relembrando
o teu riso, tuas palavras, teu toque

e a tua voz, quando ao pegar o meu rosto
olhas nos meus olhos e sussurras
ofegante...
"bruxa...o que me fizestes,
te amo!"

Bruxa? Sim eu sou, sou a bruxa

que te encanta, te seduz, te aprisiona sem piedade
e tu te rendes ao meu
trejeito, quando ao levantar
a cabeça
solto os cabelos sobre os ombros desnudos e,
com um olhar, te faço meu e tu...

nunca te cansas de ficar sob o meu poder!

Mas também sou fada ao acariciar com a
ponta dos dedos o teu rosto, a sussurrar
doces palavras, ao te apertar junto a mim

e deixar desabafar tudo o que em ti
explode,
te acarinhar como a um menino,

o meu menino!


Mas não sou bruxa nem fada, esquecestes?
Sou apenas uma mulher apaixonada!


Alessandra


01/08/2009

5 comentários:

Está muito belo. Quem ama assim alguém é um privilegiado no mundo das emoções positivas.
Bj.

1 de agosto de 2009 02:53  

cavoli qualcuno ti marca stretto.... rssssssss
però il testo di questa poesia l'ho trovata un po' troppo poco "leggero", alcuni versi sono involuti, non volano come dovrebbero. Ed il solito punto esclametivo... ma lo fai apposta nè!?!?! rsssssssss

1 de agosto de 2009 06:23  

kkkkkkkkkkkkk Mauro, io adoro i punti esclamativi kkkkkkkkkk, peccato che non ti sia piaciuta kkkk

1 de agosto de 2009 13:17  

non ho detto che non mi è piaciuta, ma può essere migliorata, no?

1 de agosto de 2009 13:54  

Delicio-me com esses teus textos tão sentidos e apaixonados.
Bj

3 de agosto de 2009 01:14  

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial