Blogger Template by Blogcrowds

DANÇA DO AMOR


Agora eu sei, não há nada que
Possa impedir de sentir o que senti
Aquele furacão dentro de mim
Devastando-me
Tolhendo-me
Subjugando-me
Tal qual uma ave
Presa na armadilha
Armadilha do amor e da paixão
Sentimentos conflitantes
Sensações urgentes, prementes
Loucura que me invade
Penetra dentro de mim
Me faz gritar
Suspirar, até chorar
É uma dança que me envolve
De tal maneira forte
Que não há como parar
É a dança do amor
Que só tu sabes dançar...

Alessandra

6 comentários:

Que delícia de sentimentos tua poesia provoca! Parabéns!
Beijo

24 de dezembro de 2009 00:46  

...venha dançar comigo!
Lindo poema, sempre com aquela sensualidade que lhe é peculiar...
Beijos

24 de dezembro de 2009 00:49  

(...) dança, dança menina!
o faça com a violência das águas do mar
ou a candura da água da mina.

(...)dança, dança menina!
Com a sutileza da valsa
Ou um tango a rigor.

(...)dança, dança menina!
Descubra em cada musica o ritmo eloquente do amor
Passo que só para quem vive e ama a vida ensina.

(...)dança, dança menina!

Edson Carvalho Miranda

26 de dezembro de 2009 01:42  

Edinho...obrigada por complementar, tornando-a linda, a minha poesia!
Beijo

28 de dezembro de 2009 18:11  

Alessandra, minha linda e querida poetisa. Esse poema dança na emoção e nos sentimentos e dar uma vontade danada de dançar a moda antiga onde os casais ficavam coladinhos um no outro. Adorei milhões. Segue uma interação. Poetisa linda, adorei milhões.

Beijos dançantes

Dom.

Venha dançar comigo linda princesa
Venha Sentir meu corpo a bailar com você
Essa música só me dar à sensual certeza
Que a dança é de amor e de prazer.


Dom.

11 de janeiro de 2011 11:57  

Meu querido Poeta Dom, obrigada por estar sempre presente com suas lindas e carinhosas palavras...

Então venha e pegue a minha mão
Leve-me a rodopiar no meio do salão
Sinta o meu corpo estremecer nas notas
Que tocam ao som do amor e da paixão.

Beijossss

13 de janeiro de 2011 16:10  

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial