Blogger Template by Blogcrowds

SE...

Se, por um acaso, a porta se abrisse agora
e você aparecesse na soleira
eu nem saberia como te acolher...

Se ao entrar você me tomasse em seus braços,
como imaginei nos sonhos meus,
eu faria parar o tempo e, por encanto,
sumir toda a agonia, aquela agonia
que a sua ausência me causou.

Eu sonhei com isso tantas vezes,
esperei e, porque não, até
escrevi em poemas de amor...

Como seria segurar com força a sua mão,
deixar o meu amor penetrar no seu coração
poder te beijar quando sentir vontade,
olhar as estrelas e desejar
estar sempre ao lado seu,
gritar ao vento que estou amando de verdade,
olhar nos seus olhos e ver o mesmo
amor que o meu.

Se...

Alessandra


5 comentários:

Se...seria só querer...linda poesia!

10 de dezembro de 2009 14:31  

Se...
Isso acontecer, ama sem medida!!!

10 de dezembro de 2009 15:18  

Os dias, por vezes,oferecem preciosos presentes,toques de felicidade, tão importantes.... e lindíssimos como este teu poema.
Beijo

10 de dezembro de 2009 17:02  

Estou fascinada, será impressão minha ou sinto que estás com um brilhosinho nos olhos :)??

10 de dezembro de 2009 17:07  

Belo poema! Amar assim alguém faz do destinatário um privilegiado no mundo das emoções positivas.
Beijo

10 de dezembro de 2009 17:14  

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial