Blogger Template by Blogcrowds

LIBERDADE


Quero ser livre...
Mas o que é liberdade
Senão um conceito mutável
Uma utopia que evolui...
Liberdade total só se tiver poder total
E eu não o tenho
Pois continuo cativa do seu amor
Não importa o que acontece, como ou quando
Eu estou sempre lá acorrentada nessa paixão
Mas talvez eu nem queira ser livre
Ou talvez eu acredite que já o seja
Assim, erroneamente, eu caminho para um mundo feliz
Onde você é o meu senhor...

Alessandra

8 comentários:

...vou jogar fora a chave...
Gostei demais do poema...
Beijos daqui

20 de dezembro de 2009 21:29  

Viva a escravidão!!!!!
Diferente, mas assim mesmo linda.
Beijooooooooo

20 de dezembro de 2009 23:06  

Pois é amiga...para que ter liberdade????? Se tens todo o amor do mundo?
Amei!

20 de dezembro de 2009 23:16  

Devemos chamar um ferreiro??????
rsrsrsr
Brincadeirinha Chicca rsrsrsr
Eu também amei!
Beijossss

20 de dezembro de 2009 23:27  

Há pessoas que ainda não entendem que aqui comenta-se poesias...
Bem, mas quando saires do tronco ME AVISAAAAAAAAAAAAAAAAAA
Brincadeirinha garota...rsrsrsr
gostei muito, parabéns!
Beijokas

21 de dezembro de 2009 14:50  

A liberdade é para alguns a própria prisão.
A prisão para muitos o único conforto aceitável,
Pois, estar preso pelos grilhões da paixão
é uma dádiva que vem do coração e suplanta
todas as vontades voluntarias
restando um fruto destilado:
Que remonta a bebida dos deuses chamada amor,
renova a a aliança de felicidade, liberta-nos
do que outrora chamávamos de prisão.

21 de dezembro de 2009 23:32  

Lindo Edinho, lindo!!!!! Decididamente é como você escreveu, nada mais verdadeiro!
Obrigada, beijos

23 de dezembro de 2009 19:35  

E quanto aos senhores acima, vejam como deveria ser escrito um comentário...seus palhaços kkkkkkkk

23 de dezembro de 2009 19:37  

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial