Blogger Template by Blogcrowds

Morte




Morte



Ela chega, sem hora marcada,
sem ao menos um aviso lhe dar,
carregando uma foice...
como não ver aquele cabo comprido
com a lamina afiada que irá lhe
atravessar a alma, assim de repente,
sem pedir licença, sem lhe perguntar
ou se preocupar com as suas crenças,
pois para ela é só mais um que
arrasta consigo, sem lhe deixar dar
um último sorriso, um abraço querido...
Mas a cruel ceifadora não sabe
e nem imagina o trunfo que você
guarda escondido...
Assim, ceifadora, não pense que
ao tirar esta vida tudo acabará,
pode levá-la não tem importância,
pois ela vai morar na eterna
lembrança dos que sempre
a amaram.



Lully

3 comentários:

Essa dor nunca vai passar!
Na realidade ela vai sumir, vai ser substituída por uma nostálgica, mas gostosa saudade.
Onde você sempre se pegará pensando nos bons momentos que viveram juntas.
Baseando-me em sua poesia consigo deduzir o quão você amava sua amiga, que hoje se tornou um ausente.

29 de abril de 2009 15:54  

A Um Ausente

Tenho razão de sentir saudade,
tenho razão de te acusar.
Houve um pacto implícito que rompeste
e sem te despedires foste embora.
Detonaste o pacto.
Detonaste a vida geral, a comum aquiescência
de viver e explorar os rumos de obscuridade
sem prazo sem consulta sem provocação
até o limite das folhas caídas na hora de cair.

Antecipaste a hora.
Teu ponteiro enlouqueceu, enlouquecendo nossas horas.
Que poderias ter feito de mais grave
do que o ato sem continuação, o ato em si,
o ato que não ousamos nem sabemos ousar
porque depois dele não há nada?

Tenho razão para sentir saudade de ti,
de nossa convivência em falas camaradas,
simples apertar de mãos, nem isso, voz
modulando sílabas conhecidas e banais
que eram sempre certeza e segurança.

Sim, tenho saudades.
Sim, acuso-te porque fizeste
o não previsto nas leis da amizade e da natureza
nem nos deixaste sequer o direito de indagar
porque o fizeste, porque te foste.

Carlos Drummond de Andrade

29 de abril de 2009 15:55  

RICARDO BLAUTH disse...

ALO ALESSANDRA

ASSIM QUE NASCEMOS
COMEÇAMOS A CAMINHADA
QUE NOS LEVARÁ AO INEVITÁVEL

POR ISSO QUE A VIDA....
MOMENTOS SÃO PRECIOSOS
DEVEM SER VALORIZADOS
ENQUANTO OS TEMOS

QUANDO CHEGAR NOSSA HORA
EU SEI QUE OS QUE ME AMAM
CHORAR VÃO
MAS O QUE VIVEMOS JUNTOS
NUNCA DESAPARECERÁ

BJS

RICARDOgaropabsBLAUTH

30 de Abril de 2009 16:58

26 de maio de 2009 22:40  

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial